Teste3

Fim da Segunda Guerra Mundial na Europa

A Segunda Guerra Mundial termina na Europa. O continente encontra-se devastado. Milhões de pessoas morreram, ficaram feridas ou estão deslocadas. Seis milhões de judeus foram assassinados no Holocausto.

1945
8 de maio

Criação da NATO

É criada a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) , uma aliança intergovernamental de segurança entre os Estados Unidos, o Canadá e 10 países da Europa Ocidental. Em 2020, a NATO tem 30 membros, incluindo 21 países da UE.

1949
4 de abril

Criação do Conselho da Europa

10 países da Europa Ocidental , criam o Conselho da Europa para promover a democracia e proteger os direitos humanos e o Estado de direito. A Convenção Europeia dos Direitos do Homem entra em vigor em 3 de setembro de 1953.

1949
5 de maio

Um plano para uma nova cooperação política na Europa

Robert Schuman, ministro francês dos Negócios Estrangeiros, apresenta um plano para uma cooperação mais estreita, que propõe a integração das indústrias do carvão e do aço da Europa Ocidental. Mais tarde, o dia 9 de maio é celebrado pela União Europeia como o «Dia da Europa ».

1950
9 de maio

Comunidade Europeia do Carvão e do Aço

Com base no plano Schuman , seis países assinam um tratado para colocarem as suas indústrias pesadas – carvão e aço - sob um sistema de gestão comum. Desta forma, ao contrário do que aconteceu no passado, nenhum destes países pode, por si só, fabricar armas de guerra para atacar os outros. Estes seis países são a Alemanha, a França, a Itália, os Países Baixos, a Bélgica e o Luxemburgo. A Comunidade Europeia do Carvão e do Aço entra em funções em 1952.

1951
18 de abril

Tratados de Roma

Encorajados pelo êxito do Tratado que institui a Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, os seis países fundadores alargam a sua cooperação a outros setores económicos. Formalizam-no através da assinatura de dois tratados , que instituem a Comunidade Económica Europeia (CEE) e a Comunidade Europeia da Energia Atómica (Euratom). Estes organismos entraram em funções em 1 de janeiro de 1958.

1957
25 de março

Nascimento do Parlamento Europeu

A primeira reunião da Assembleia Parlamentar Europeia, antecessora do Parlamento Europeu de hoje, realiza-se em Estrasburgo, França, com o Presidente eleito Robert Schuman. Substitui a Assembleia Comum da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço e altera o seu nome para Parlamento Europeu em 30 de março de 1962.

1958
19 de março

Criação da Associação Europeia de Comércio Livre

A Associação Europeia de Comércio Livre (EFTA) é criada para promover o comércio livre e a integração económica entre certos países não pertencentes à CEE: Áustria, Dinamarca, Noruega, Portugal, Suécia, Suíça e Reino Unido. Em 2020, os membros da EFTA são a Islândia, o Listenstaine, a Noruega e a Suíça.

1960
3 de maio

Construção do Muro de Berlim

O governo comunista da Alemanha Oriental constrói um muro em Berlim. O muro torna-se um símbolo da separação da Europa Oriental e Ocidental durante a Guerra Fria.

1961
agosto

Primeira Política Agrícola Comum

A primeira política agrícola comum (PAC) dá aos países da CEE o controlo conjunto da produção alimentar. Há alimentos suficientes para todos e os agricultores ganham bem a vida. Mas a PAC tem um efeito negativo - a sobreprodução, que gera montanhas de excedentes. Desde a década de 1990, as prioridades têm sido a redução dos excedentes, o aumento da qualidade dos alimentos e a promoção da sustentabilidade.

1962
30 de julho

A CEE assina o seu primeiro grande acordo internacional

Os seis países membros assinam a Convenção de Yaoundé para promover a cooperação e o comércio com 18 antigas colónias em África. Atualmente, a UE mantém uma relação especial deste tipo com 79 países das regiões de África, das Caraíbas e do Pacífico (ACP) e está a trabalhar no sentido de construir uma parceria mais forte com África para enfrentar os desafios comuns a ambos os continentes.

1963
20 de julho

Assinatura do «Tratado de Fusão»

O Tratado que funde os executivos das três Comunidades (Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, Comunidade Económica Europeia e Euratom) é assinado em Bruxelas e entra em vigor em 1 de julho de 1967. A partir de agora, as Comunidades Europeias terão um único órgão administrativo (a Comissão) e um executivo único (o Conselho).

1965
08 de abril

Manifestações estudantis em Paris

As manifestações violentas dos estudantes e dos operários em França abalam as fundações do próprio Estado. Estas manifestações repetem-se noutros países europeus, embora de forma menos violenta, Não só refletem a frustração dos governados, como protestam contra a Guerra do Vietname e a corrida ao armamento nuclear.

1968
maio

Início da União Aduaneira

Os seis países membros da CEE suprimem os direitos aduaneiros aplicáveis aos bens que importam entre si, criando, pela primeira vez, condições para o comércio livre transfronteiras, e passam a aplicar os mesmos direitos aduaneiros aos produtos importados dos outros países. O comércio entre estes seis países e com o resto do mundo cresce rapidamente.

1965
08 de abril

A primavera de Praga é esmagada

Os tanques soviéticos esmagam a breve «primavera de Praga» da democracia emergente na Checoslováquia.

1968
agosto

A proteção do ambiente na ordem do dia

As comunidades europeias adotam leis para proteger o ambiente , introduzindo o conceito de «poluidor-pagador ». Muitas das ONG ambientais são fundadas nessa altura.

Anos 70

De seis passa para nove países membros

Os seis membros passam a ser nove quando a Dinamarca, a Irlanda e o Reino Unido aderem formalmente às Comunidades Europeias.

1973
1 de janeiro

A crise petrolífera atinge a Europa

Na sequência da guerra israelo-árabe em outubro, as nações produtoras de petróleo do Médio Oriente impõem grandes aumentos de preços e restringem as vendas a determinados países europeus, criando problemas económicos em toda a CEE.

1973

Reduzir as disparidades entre as regiões

Para demonstrar a sua solidariedade, os líderes da CEE acordam em criar um novo fundo importante no âmbito da política regional europeia . O seu objetivo é transferir fundos das regiões mais ricas para as mais pobres, a fim de melhorar as infraestruturas, atrair investimento e criar emprego. O Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional é criado no ano seguinte.

1974
10 de dezembro

Novas democracias em Portugal, na Grécia e em Espanha

O derrube do regime de Salazar em Portugal e o colapso do regime militar na Grécia em 1974, juntamente com a morte do General Franco em Espanha em 1975, marcam o fim destas ditaduras na Europa. Os três países comprometem-se a respeitar o governo democrático — um passo importante para a adesão futura às Comunidades Europeias.

1974 -75

Primeiras eleições diretas para o Parlamento Europeu.

Os cidadãos europeus elegem diretamente os deputados ao Parlamento Europeu pela primeira vez. Anteriormente, os deputados eram delegados pelos parlamentos nacionais. Os deputados têm assento em grupos políticos pan-europeus e não em delegações nacionais.

1979
junho de

Greves dos estaleiros navais pelos direitos dos trabalhadores

Os trabalhadores do estaleiro na cidade polaca de Gdansk, liderados por Lech Walesa, lutam por mais direitos. Outros movimentos de greve estendem-se pelo país. O governo capitula e o Solidarność passa a ser um sindicato independente em setembro. O governo reafirmava gradualmente o seu poder e impôs legislação marcial em dezembro de 1981, pondo fim ao breve encontro da Polónia com o poder do povo, mas as sementes ficaram para o futuro.

1980
agosto

A Grécia torna-se o 10.º país a aderir

A Grécia adere às Comunidades Europeias. Era elegível para tal, uma vez que o regime militar tinha sido derrubado e a democracia restabelecida em 1974.

1981
1 de janeiro

Primeiro Programa Europeu de Investigação

A informática e a robotização revolucionam o nosso modo de vida e de trabalho. Para permanecer na vanguarda da inovação, o programa «Esprit» lança em 1984, o primeiro de muitos programas de investigação e inovação a nível europeu.

1984
28 de fevereiro

Dois novos membros — Espanha e Portugal

A Espanha e Portugal aderem às Comunidades Europeias, que passam a contar 12 Estados-Membros.

1986
1 de janeiro

Rumo a um mercado único

Embora os direitos aduaneiros tenham desaparecido em 1968, as trocas comerciais não se faziam livremente através das fronteiras entre os Estados-Membros. Os principais obstáculos eram as diferenças entre as regulamentações nacionais. O Ato Único Europeu lança um vasto programa de seis anos para os resolver e, por conseguinte, criar um mercado único. O ato, que entra em vigor em 1 de julho de 1987, também confere ao Parlamento Europeu mais voz e reforça os poderes das Comunidades Europeias em matéria de proteção do ambiente .

1986
fevereiro

Lançamento do Programa Erasmus

O programa Erasmus é lançado para financiar estudantes universitários que desejem estudar noutro país europeu. Desde então, o programa deu a mais de 10 milhões de pessoas a oportunidade de estudar, receber formação, fazer voluntariado ou adquirir experiência profissional no estrangeiro.

1986
13 de junho

Queda do Muro de Berlim

Cai o Muro de Berlim e a fronteira entre o Oriente e o Ocidente é aberta pela primeira vez em 28 anos. Após mais de 40 anos de separação, a Alemanha é reunificada e a parte oriental do país passa a fazer parte da Comunidade Europeia em outubro de 1990.

1989
9 de novembro

Dissolução da Jugoslávia

Na região dos Balcãs, a Jugoslávia está à beira da rutura. As guerras que se seguiram causaram dezenas de milhares de vítimas e prolongaram-se durante grande parte da década seguinte.

1991

Tratado de Maastricht

O Tratado da União Europeia é assinado em Maastricht, nos Países Baixos. Trata-se de um momento histórico, já que o tratado estabelece regras claras para a futura moeda única, bem como para a política externa e de segurança e o reforço da cooperação em matéria de justiça e assuntos internos . A «União Europeia» é oficialmente criada pelo Tratado, que entra em vigor em 1 de novembro de 1993.

1992
7 de fevereiro

Lançamento do mercado único

O mercado único e as suas quatro liberdades estão estabelecidos — a livre circulação de pessoas, bens, serviços e capitais. Desde 1986 foram adotados centenas de atos legislativos em domínios como a fiscalidade, a atividade empresarial e as qualificações profissionais e outros que constituíam barreiras à abertura das fronteiras. Contudo, a livre circulação de certos serviços é adiada.

1993
1 de janeiro

Criação do Espaço Económico Europeu

O Acordo que estabelece o Espaço Económico Europeu (EEE) entra em vigor, alargando o mercado único aos países da EFTA . Hoje em dia, as pessoas, os bens, os serviços e os capitais podem circular nos 30 países do EEE (UE-27 mais Islândia, Listenstaine e Noruega). A Suíça não participa no EEE, mas tem acesso ao mercado único.

1994
1 de janeiro

A UE ganha três novos membros: Áustria, Finlândia e Suécia

A Áustria, a Finlândia e a Suécia aderem à UE. O território dos 15 Estados-Membros cobre agora a quase totalidade da Europa Ocidental.

1995
1 de janeiro

As viagens sem fronteiras têm início em sete países

O acordo de Schengen entra em vigor em sete países: Bélgica, França, Alemanha, Luxemburgo, Países Baixos, Portugal e Espanha. Os viajantes podem deslocar-se entre estes países sem controlo de passaportes nas fronteiras. Em 2021, 26 países fazem parte do espaço Schengen sem passaporte, incluindo a Islândia, o Listenstaine, a Noruega e a Suíça.

1995
26 de janeiro

Tratado de Amesterdão

É assinado o Tratado de Amesterdão . Com base no Tratado de Maastricht, estabelece planos para reformar as instituições europeias, dar à Europa uma voz mais forte no mundo e consagrar mais recursos ao emprego e aos direitos dos cidadãos. Entra em vigor em 1 de maio de 1999.

1997
2 de outubro

Nasce o Euro

O euro é introduzido em 11 países unicamente para as transações comerciais e financeiras. As moedas e as notas serão introduzidas mais tarde. Os primeiros países da zona euro são a Alemanha, a Áustria, a Bélgica, Espanha, a Finlândia, a França, a Irlanda, a Itália, o Luxemburgo, os Países Baixos e Portugal. Nessa altura, a Dinamarca, o Reino Unido e a Suécia decidem ficar de fora.

1999
1 de janeiro

Tratado de Nice

Os dirigentes da UE assinam o Tratado de Nice . O seu objetivo é reformar as instituições para que a UE possa funcionar de forma eficiente com 25 países membros e preparar a adesão do próximo grande grupo de novos membros. Este tratado entrou em vigor em 1 de fevereiro de 2003.

2001
26 de fevereiro

Atentados terroristas nos Estados Unidos

Aviões desviados embatem contra as torres gémeas do World Trade Center, em Nova Iorque, e o Pentágono, em Washington, causando a morte de quase 3 000 pessoas. Os países da UE estão firmemente ao lado dos Estados Unidos na luta contra o terrorismo internacional.

2001
11 de setembro

Lançamento de notas e moedas de euro em 12 países

As notas e moedas de euro passam a ser a moeda legal em 12 países da UE (a Grécia aderiu à zona euro em 2001 e seguem-se outros países depois de 2002). A sua impressão, cunhagem e difusão constituem uma operação logística de grande envergadura. As notas são as mesmas em todos os países. As moedas têm uma face normalizada, enquanto a outra ostenta um emblema nacional.

2002
1 de janeiro

Operações de manutenção da paz nos Balcãs

No âmbito da sua política externa e de segurança, a UE leva a cabo operações de manutenção da paz na região dos Balcãs, primeiro na antiga República jugoslava da Macedónia (agora Macedónia do Norte) e, em seguida, na Bósnia-Herzegovina. Nos dois casos, as forças lideradas pela UE substituem forças da NATO.

2003
31 de março

10 novos países

Chipre e Malta aderem à UE juntamente com oito países da Europa Central e Oriental — Chéquia, Estónia, Hungria, Letónia, Lituânia, Polónia, Eslováquia e Eslovénia — acabando finalmente com a divisão da Europa pós-Segunda Guerra Mundial.

2004
1 de maio

Constituição da UE

Os eleitores em França e nos Países Baixos rejeitam o Tratado que estabelece uma Constituição para a Europa, que foi assinado pelos 25 Estados-Membros da UE em outubro de 2004.

2005
29 de maio
1 de junho

A UE congratula-se com a entrada da Bulgária e da Roménia

Mais dois países da Europa oriental, a Bulgária e a Roménia, aderem à UE, elevando o número de Estados-Membros para 27

2007
1 de janeiro

Tratado de Lisboa

Os 27 países da UE assinam o Tratado de Lisboa , que altera os tratados anteriores. O objetivo é tornar a UE mais democrática, eficiente e transparente, e, assim, garantir as condições para que possa dar resposta a desafios mundiais como as alterações climáticas, a segurança e o desenvolvimento sustentável. Todos os países da UE ratificaram o Tratado antes da sua entrada em vigor, em 1 de dezembro de 2009.

2007
13 de dezembro

Crise económica mundial

Uma grave crise financeira abala a economia mundial. Os problemas começam com empréstimos hipotecários nos Estados Unidos. Vários bancos europeus também registam dificuldades. A crise leva os países da UE a estreitarem a sua cooperação económica.

2008
setembro

A Europa enfrenta a crise financeira

Na sequência da crise económica, que teve início em 2008, vários países são confrontados com problemas nas suas finanças públicas. Os 16 países da UE que usam o euro apoiam um plano para os ajudar a lidar com os seus défices. A UE ajuda a vários países de enfrentar as suas dificuldades e cria a «União Bancária» para garantir bancos mais seguros e mais fiáveis.

2001
26 de fevereiro

Fim da Segunda Guerra Mundial na Europa

A Segunda Guerra Mundial termina na Europa. O continente encontra-se devastado. Milhões de pessoas morreram, ficaram feridas ou estão deslocadas. Seis milhões de judeus foram assassinados no Holocausto.

1945

8 de maio

 

1947

 

1948

Criação da NATO

É criada a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) , uma aliança intergovernamental de segurança entre os Estados Unidos, o Canadá e 10 países da Europa Ocidental. Em 2020, a NATO tem 30 membros, incluindo 21 países da UE.

1949

4 de abril

Criação do Conselho da Europa

10 países da Europa Ocidental , criam o Conselho da Europa para promover a democracia e proteger os direitos humanos e o Estado de direito. A Convenção Europeia dos Direitos do Homem entra em vigor em 3 de setembro de 1953.

1949

5 de maio

Fim

 

8 de maio

The Ultimate Addons For Elementor

A new concept of showing content in your web page with more interactive way.

Read MoreNov 09, 2017

The Ultimate Addons For Elementor

A new concept of showing content in your web page with more interactive way.

Read MoreNov 09, 2017

The Ultimate Addons For Elementor

A new concept of showing content in your web page with more interactive way.

Read MoreNov 09, 2017

The Ultimate Addons For Elementor

A new concept of showing content in your web page with more interactive way.

Read MoreNov 09, 2017

Saldos populacionais anuais: saldo total, saldo natural e saldo migratório em Portugal 1960-2022

AnosSaldo totalSaldo naturalSlado migratório
1960118,9
196179,8117,9-38,1
196249,5123,3-73,9
196323,3114,1-90,9
1964-13,2120,3-133,5
1965-60,3115,1-175,4
1966-74,9106,9-181,7
1967-38,0106,2-144,3
1968-37,7100,3-138,0
1969-120,288,7-208,8
1970-34,487,6-122,0
1971-39,082,6-121,5
197212,384,4-72,0
1973-7,076,9-83,9
1974249,575,1174,5
1975428,781,7347,0
197696,084,711,3
1977103,785,018,8
1978101,471,330,1
1979104,667,637,0
1980105,463,541,9
198164,756,38,3
198256,258,6-2,4
198336,048,1-12,1
198440,745,8-5,1
198514,033,4-19,3
19864,231,2-27,0
1987-9,628,1-37,7
1988-11,224,2-35,5
1989-18,022,7-40,8
1990-25,613,6-39,1
1991-20,412,4-32,8
19924,914,3-9,4
199319,48,011,4
199434,310,024,3
199535,03,631,4
199640,53,437,1
199749,68,241,4
199852,97,245,7
199962,48,154,3
200081,814,667,1
200163,97,756,2
200249,98,141,8
200328,53,724,7
200421,67,314,3
200517,31,915,4
200620,63,517,1
200720,8-1,021,8
20089,70,39,4
200910,5-4,915,4
2010-0,8-4,63,8
2011-13,8-6,0-7,8
2012-55,1-17,8-37,3
2013-59,8-23,8-36,0
2014-49,0-22,5-26,5
2015-26,6-23,0-3,5
2016-24,1-23,4-0,6
2017-8,7-23,614,9
2018-2,3-26,023,8
201941,9-25,367,2
202018,9-38,957,8
202126,8-45,372,1
202246,2-40,686,9

Quadro 2: Principais projeções cartográficas utilizadas na representação da superfície terrestre.

Projeção CilíndricaProjeção CónicaProjeção Cónica
Projeção cilíndrica.Projeção cilíndrica.Projeção cilíndrica.
É a mais utilizada para representar a totalidade da TerraÉ a mais utilizada para representar as latitudes médiasÉ a mais utilizada para representar as regiões polares
Representa a linha do Equador de forma bastante exataApenas representa um hemisfério de cada vezApresenta grandes deformações nas zonas longe dos polos
Apresenta grandes distorções nas regiões polaresApresenta grande distorção nas áreas junto ao EquadorApenas representa um hemisfério de cada vez
Projeção Cónica
Projeção cónica.
É a mais utilizada para representar as latitudes médias
Apenas representa um hemisfério de cada vez
Apresenta grande distorção nas áreas junto ao Equador
Projeção Cónica
Projeção azimutal.
É a mais utilizada para representar as regiões polares
Apresenta grandes deformações nas zonas longe dos polos
Apenas representa um hemisfério de cada vez
 
 

A informação relativa ao estado do tempo[Conceito] Corresponde às condições meteorológicas, isto é, ao estado da atmosfera, num determinado local e por um curto período de tempo, normalmente horas. num determinado lugar e num determinado momento, bem com as respetivas previsões, ou seja, o tempo que se vai sentir nas próximas horas, dias ou mesmo semanas, é algo que ouvimos diariamente nos diversos meios de comunicação social (como por exemplo a televisão, o rádio, a internet, os jornais e até mesmo em aplicações de telemóvel). Deste modo, diariamente ouvimos, por exemplo, que o céu está pouco nublado ou limpo, que as temperaturas no lugar X são de 15ºC mas que poderão atingir os 24ºC ou que para as próximas horas se prevê chuva no litoral norte (Figura 1).

Para calcular a Taxa bruta de natalidade deves:
- Saber a fórmula de cálculo;
- Conhecer para um determinando ano, país/região:
a) o valor da natalidade;
b) o valor da população total.
- Aplicar a fórmula;
- Dar uma resposta, onde deve ser explicado o resultado obtido, respeitando o enunciado.


Observa o exemplo seguinte:


Fonte dos dados: Instituto Nacional de Estatística (2023). Estimativas anuais da população residente.
PortugalPopulaçãoNascimentosMortesÓbitos < 1 anoPopulação < 15 anosPopulação ≥ 65 anosImigrantesEmigrantesTaxa natalidadeTaxa mortalidadeCrescimento naturalSaldo migratórioMulheres (15-49 anos)Nascimentos (mães 15-49 anos)
2022104673668367112431121713510112507922117843309548.011.9-4064086889219484083620

Para calcular a Taxa bruta de mortalidade deves:
- Saber a fórmula de cálculo;
- Conhecer para um determinando ano, país/região:
a) o valor da mortalidade;
b) o valor da população total.
- Aplicar a fórmula;
- Dar uma resposta, onde deve ser explicado o resultado obtido, respeitando o enunciado.


Observa o exemplo seguinte:


Fonte dos dados: Instituto Nacional de Estatística (2023). Estimativas anuais da população residente.
PortugalPopulaçãoNascimentosMortesÓbitos < 1 anoPopulação < 15 anosPopulação ≥ 65 anosImigrantesEmigrantesTaxa natalidadeTaxa mortalidadeCrescimento naturalSaldo migratórioMulheres (15-49 anos)Nascimentos (mães 15-49 anos)
2022104673668367112431121713510112507922117843309548.011.9-4064086889219484083620

Para calcular a Taxa de mortalidade infantil deves:
- Saber a fórmula de cálculo;
- Conhecer para um determinando ano, país/região:
a) o valor de mortes de crianças com menos de 1 ano de idade;
b) o valor total de nascimentos com vida.
- Aplicar a fórmula;
- Dar uma resposta, onde deve ser explicado o resultado obtido, respeitando o enunciado.


Observa o exemplo seguinte:


Fonte dos dados: Instituto Nacional de Estatística (2023). Estimativas anuais da população residente.
PortugalPopulaçãoNascimentosMortesÓbitos < 1 anoPopulação < 15 anosPopulação ≥ 65 anosImigrantesEmigrantesTaxa natalidadeTaxa mortalidadeCrescimento naturalSaldo migratórioMulheres (15-49 anos)Nascimentos (mães 15-49 anos)
2022104673668367112431121713510112507922117843309548.011.9-4064086889219484083620


Para calcular o Índice de envelhecimento deves:
- Saber a fórmula de cálculo;
- Conhecer para um determinando ano, país/região:
a) o valor de idosos com 65 ou mais anos de idade;
b) o valor de jovens com menos de 15 anos.
- Aplicar a fórmula;
- Dar uma resposta, onde deve ser explicado o resultado obtido, respeitando o enunciado.


Observa o exemplo seguinte:


Fonte dos dados: Instituto Nacional de Estatística (2023). Estimativas anuais da população residente.
PortugalPopulaçãoNascimentosMortesÓbitos < 1 anoPopulação < 15 anosPopulação ≥ 65 anosImigrantesEmigrantesTaxa natalidadeTaxa mortalidadeCrescimento naturalSaldo migratórioMulheres (15-49 anos)Nascimentos (mães 15-49 anos)
2022104673668367112431121713510112507922117843309548.011.9-4064086889219484083620


Para calcular a Taxa de crescimento natural deves:
- Saber a(s) fórmula(s) de cálculo;
- Conhecer para um determinando ano, país/região:
a) o valor da natalidade (ou da taxa bruta de natalidade);
b) o valor da mortalidade (ou da taxa bruta de mortalidade);
b) o valor da população total.
- Aplicar a fórmula;
- Dar uma resposta, onde deve ser explicado o resultado obtido, respeitando o enunciado.


Observa o exemplo seguinte:


Fonte dos dados: Instituto Nacional de Estatística (2023). Estimativas anuais da população residente.
PortugalPopulaçãoNascimentosMortesÓbitos < 1 anoPopulação < 15 anosPopulação ≥ 65 anosImigrantesEmigrantesTaxa natalidadeTaxa mortalidadeCrescimento naturalSaldo migratórioMulheres (15-49 anos)Nascimentos (mães 15-49 anos)
2022104673668367112431121713510112507922117843309548.011.9-4064086889219484083620


Por vezes já calculamos os valores da Taxa bruta de natalidade e da Taxa bruta de mortalidade anteriormente, ou, por outro lado, os valores da natalidade, da mortalidade ou da população absoluta podem não estar disponíveis. Assim, podemos utilizar a uma outra fórmula mais simples.


Observa o exemplo seguinte:


Fonte dos dados: Instituto Nacional de Estatística (2023). Estimativas anuais da população residente.
PortugalPopulaçãoNascimentosMortesÓbitos < 1 anoPopulação < 15 anosPopulação ≥ 65 anosImigrantesEmigrantesTaxa natalidadeTaxa mortalidadeCrescimento naturalSaldo migratórioMulheres (15-49 anos)Nascimentos (mães 15-49 anos)
2022104673668367112431121713510112507922117843309548.011.9-4064086889219484083620


Para calcular a Taxa de crescimento efetivo deves:
- Saber a(s) fórmula(s) de cálculo;
- Conhecer para um determinando ano, país/região:
a) o valor da natalidade e da mortalidade (ou o crescimento natural);
b) o valor da imigração e da emigração (ou o saldo migratório);
b) o valor da população total.
- Aplicar a fórmula;
- Dar uma resposta, onde deve ser explicado o resultado obtido, respeitando o enunciado.


Observa o exemplo seguinte:


Fonte dos dados: Instituto Nacional de Estatística (2023). Estimativas anuais da população residente.
PortugalPopulaçãoNascimentosMortesÓbitos < 1 anoPopulação < 15 anosPopulação ≥ 65 anosImigrantesEmigrantesTaxa natalidadeTaxa mortalidadeCrescimento naturalSaldo migratórioMulheres (15-49 anos)Nascimentos (mães 15-49 anos)
2022104673668367112431121713510112507922117843309548.011.9-4064086889219484083620


Por vezes já calculamos os valores do Crescimento natural ou do Saldo migratório anteriormente, ou, por outro lado, os valores da natalidade, da mortalidade ou da imigração e da emigração podem não estar disponíveis. Assim, podemos utilizar a uma outra fórmula mais simples.


Observa o exemplo seguinte:


Fonte dos dados: Instituto Nacional de Estatística (2023). Estimativas anuais da população residente.
PortugalPopulaçãoNascimentosMortesÓbitos < 1 anoPopulação < 15 anosPopulação ≥ 65 anosImigrantesEmigrantesTaxa natalidadeTaxa mortalidadeCrescimento naturalSaldo migratórioMulheres (15-49 anos)Nascimentos (mães 15-49 anos)
2022104673668367112431121713510112507922117843309548.011.9-4064086889219484083620


Para calcular a Taxa de fecundidade deves:
- Saber a fórmula de cálculo;
- Conhecer para um determinando ano, país/região:
a) o valor da natalidade de mulheres em idade fértil (entre os 15-49 anos);
b) o valor de mulheres em idade fértil (entre os 15-49 anos).
- Aplicar a fórmula;
- Dar uma resposta, onde deve ser explicado o resultado obtido, respeitando o enunciado.


Observa o exemplo seguinte:


Fonte dos dados: Instituto Nacional de Estatística (2023). Estimativas anuais da população residente.
PortugalPopulaçãoNascimentosMortesÓbitos < 1 anoPopulação < 15 anosPopulação ≥ 65 anosImigrantesEmigrantesTaxa natalidadeTaxa mortalidadeCrescimento naturalSaldo migratórioMulheres (15-49 anos)Nascimentos (mães 15-49 anos)
2022104673668367112431121713510112507922117843309548.011.9-4064086889219484083620


Flightradar24

Ano: 8º ano

Fonte do ícone: Flaticon

Flightradar24

Ano: 8º ano

Tipo: Link

Tema:

Geografia 8º ano

População e Povoamento

Mobilidade da população

Atividades Económicas

Serviços e turismo

Transportes e comunicações

Fonte do ícone: Flaticon