Água potável e saneamento

Garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos.

5,2 biliões
71% da população global, 5,2 biliões de pessoas, tinham água potável disponibilizada com segurança em 2015, mas 844 milhões de pessoas ainda careciam de água potável.
2,9 biliões
39% da população global, 2,9 biliões de pessoas, tinham saneamento em 2015, mas 2,3 biliões de pessoas ainda careciam de saneamento básico. Cerca de 892 milhões de pessoas praticam defecação a céu aberto.
80%
80% das águas residuais são canalizadas sem tratamento adequado.
2 biliões
O stress hídrico afeta mais de 2 biliões de pessoas, perspetivando-se que esse número aumente.
80%
80% dos países lançaram as bases para a gestão integrada dos recursos hídricos.
70%
O mundo perdeu 70% das áreas pantanosas naturais no último século.

A escassez de água afeta mais de 40 por cento das pessoas em todo o mundo, um número alarmante que irá crescer com o aumento da temperatura global do planeta devido ao resultado das alterações climáticas. Mesmo após 2,1 biliões de pessoas passarem a ter acesso à água potável e de qualidade desde 1980, a possível diminuição desse número é um problema crítico que afeta todos os continentes.

 

Em 2011, 41 países vivenciaram problemas por causa da água – 10 deles estão perto de diminuir o fornecimento de água potável e agora precisam de fontes alternativas para garantir o consumo básico. O aumento da desertificação e das secas já está afetar este panorama. Segundo as projeções, em 2050, uma em cada quatro pessoas será afetada pela carência de água.

 

Garantir o acesso universal e seguro à àgua potável até 2030 requer investimento em infraestruturas adequadas, acesso a saneamento e fomentar a higiene em todos os níveis. Proteger e recuperar ecossistemas que vivem e dependem da água como florestas, montanhas, pântanos e rios é essencial se queremos mitigar a escassez de água. Uma maior cooperação internacional também é necessária para fomentar e apoiar o uso correto da água com tratamento adequado, com a colaboração da tecnologia, em países em desenvolvimento.

i
Metas do Objetivo 6 Garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos
6.1 Até 2030, alcançar o acesso universal e equitativo à água potável e segura para todos.
6.2 Até 2030, alcançar o acesso a saneamento e higiene adequados e equitativos para todos, e acabar com a defecação a céu aberto, com especial atenção para as necessidades das mulheres e meninas e daqueles que estão em situação de vulnerabilidade.
6.3 Até 2030, melhorar a qualidade da água, reduzindo a poluição, eliminando despejo e minimizando a libertação de produtos químicos e materiais perigosos, reduzindo para metade a proporção de águas residuais não-tratadas e aumentando substancialmente a reciclagem e a reutilização, a nível global.
6.4 Até 2030, aumentar substancialmente a eficiência no uso da água em todos os setores e assegurar extrações sustentáveis e o abastecimento de água doce para enfrentar a escassez de água, e reduzir substancialmente o número de pessoas que sofrem com a escassez de água.
6.5 Até 2030, implementar a gestão integrada dos recursos hídricos, a todos os níveis, inclusive via cooperação transfronteiriça, conforme apropriado.
6.6 Até 2020, proteger e restaurar ecossistemas relacionados com a água, incluindo montanhas, florestas, zonas húmidas, rios, aquíferos e lagos.
6.a Até 2030, ampliar a cooperação internacional e o apoio à capacitação para os países em desenvolvimento em atividades e programas relacionados com a água e o saneamento, incluindo extração de água, dessalinização, eficiência no uso da água, tratamento de efluentes, reciclagem e tecnologias de reutilização.
6.b Apoiar e fortalecer a participação das comunidades locais, para melhorar a gestão da água e do saneamento.

Objetivos em ação