Educação de qualidade

Garantir o acesso à educação inclusiva, de qualidade e equitativa, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

c
a
e
Ф
g
h
i
k
l
</>
n
ö
p
r
s
v
w
x
z
91%
A matrícula no ensino primário nos países em desenvolvimento atingiu 91%.
57 milhões
Ainda assim, 57 milhões de crianças em idade primária continuam fora da escola, mais da metade delas na África Subsariana.
1 em 4

Nos países em desenvolvimento, uma em cada quatro meninas não vai à escola.

50%
Cerca de metade de todas as crianças fora da escola em idade escolar primária vivem em áreas afetadas por conflitos.
103 milhões
103 milhões de jovens em todo o mundo não possuem capacidades básicas de alfabetização, e mais de 60% deles são raparigas.
6 em 10
6 em cada 10 crianças e adolescentes não atingem um nível mínimo de proficiência em leitura e matemática.

Desde 2000 houve um progresso enorme no alcance da meta universal para garantir educação primária. A taxa de alunas e alunos de regiões em desenvolvimento e que estão matriculados em instituições de ensino chegou a 91 por cento em 2015 e o número global de crianças fora das escolas caiu quase para metade. Também houve um grande avanço na taxa de alfabetização e muitas meninas passaram a frequentar as escolas. Este é um sucesso que merece destaque.

 

Contudo devido às elevadas taxas de pobreza, aos conflitos armados ou outros motivos, o progresso foi comprometido em algumas regiões em desenvolvimento. Esta é uma tendência preocupante. A África Subsariana fez o maior progresso das regiões em desenvolvimento ao matricular um grande número crianças no ensino fundamental (52 por cento em 1990 para 78 por cento em 2012) contudo as grandes disparidades ainda persistem. Crianças de famílias pobres tem até quatro vezes mais chances de ficarem de fora das escolas do que crianças de famílias ricas. Disparidades entre regiões urbanas e rurais também chamam a atenção.

 

Alcançar a educação de qualidade e inclusiva para todas e todos reafirma a crença de que a educação é a mais poderosa ferramenta para o desenvolvimento sustentável. Esse objetivo garante que meninas e meninos completem, gratuitamente, as escolas primária e secundária até 2030. Também oferece acesso igualitário e a baixo custo para formação profissional, para eliminar a disparidade de riquezas e alcançar o acesso universal para uma educação de qualidade.

i
Metas do Objetivo 4 Garantir acesso à educação inclusiva, de qualidade e equitativa, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos
4.1 Até 2030, garantir que todas as meninas e meninos completam o ensino primário e secundário que deve ser de acesso livre, equitativo e de qualidade, e que conduza a resultados de aprendizagem relevantes e eficazes.
4.2 Até 2030, garantir que todos as meninas e meninos tenham acesso a um desenvolvimento de qualidade na primeira fase da infância, bem como cuidados e educação pré-escolar, de modo que estejam preparados para o ensino primário.
4.3 Até 2030, assegurar a igualdade de acesso para todos os homens e mulheres à educação técnica, profissional e superior de qualidade, a preços acessíveis, incluindo à universidade.
4.4 Até 2030, aumentar substancialmente o número de jovens e adultos que tenham habilitações relevantes, inclusive competências técnicas e profissionais, para emprego, trabalho decente e empreendedorismo.
4.5 Até 2030, eliminar as disparidades de género na educação e garantir a igualdade de acesso a todos os níveis de educação e formação profissional para os mais vulneráveis, incluindo as pessoas com deficiência, povos indígenas e crianças em situação de vulnerabilidade.
4.6 Até 2030, garantir que todos os jovens e uma substancial proporção dos adultos, homens e mulheres, sejam alfabetizados e tenham adquirido o conhecimento básico de matemática.
4.7 Até 2030, garantir que todos os alunos adquiram conhecimentos e habilidades necessárias para promover o desenvolvimento sustentável, inclusive, entre outros, por meio da educação para o desenvolvimento sustentável e estilos de vida sustentáveis, direitos humanos, igualdade de género, promoção de uma cultura de paz e da não violência, cidadania global e valorização da diversidade cultural e da contribuição da cultura para o desenvolvimento sustentável.
4.a Construir e melhorar instalações físicas para educação, apropriadas para crianças e sensíveis às deficiências e à igualdade de género, e que proporcionem ambientes de aprendizagem seguros e não violentos, inclusivos e eficazes para todos.
4.b Até 2020, ampliar substancialmente, a nível global, o número de bolsas de estudo para os países em desenvolvimento, em particular os países menos desenvolvidos, pequenos Estados insulares em desenvolvimento e os países africanos, para o ensino superior, incluindo programas de formação profissional, de tecnologia da informação e da comunicação, técnicos, de engenharia e programas científicos em países desenvolvidos e outros países em desenvolvimento.
4.c Até 2030, aumentar substancialmente o contingente de professores qualificados, inclusive por meio da cooperação internacional para a formação de professores, nos países em desenvolvimento, especialmente os países menos desenvolvidos e pequenos Estados insulares em desenvolvimento.

Objetivos em ação