Ficha 1 – A localização relativa dos lugares

1 – O ser humano sempre sentiu necessidade de se orientar no espaço. Para isso foi recorrendo a sistemas de referência simples, como a localização relativa.

1.1 – Define localização relativa.

2 – Observa a figura 1.

 
i

Figura 1.

1.1 – Atribui um título à figura 1.

1.2 – Faz a legenda dos pontos assinalados com os números de 1 a 8 através de siglas e por extenso.

1.3 – Escreve por extenso o nome dos seguintes pontos intermédios.

NNE

NNO

SSE

SSO

ENE

ESE

OSO

ONO

1.4 – Refere outras designações válidas para os pontos cardeais assinalados com os números 1, 2, 3 e 4.

2 – Observa a figura 2.

Planisfério.
i

Figura 2 Planisfério.

2.1 – Considerando os pontos cardeais e colaterais da rosa dos ventos, completa as frases seguintes.

a) A Ásia localiza-se a                  da Europa.

b) A América do Sul localiza-se a                  da Europa.

c) A Europa localiza-se a                  da América do Norte.

d) O Oceano Índico localiza-se a                  da Oceânia.

e) A África localiza-se a                  da Ásia e a                  da Europa.

3 – Assinala a alínea correta para cada afirmação.

3.1 – A localização relativa…

a) Permite localizar os vários elementos da paisagem de forma exata, rigorosa e precisa.

b) Não permite localizar os vários elementos da paisagem, uns em relação aos outros.

c) Permite localizar os vários elementos da paisagem, uns em relação aos outros.

3.2 – Além da orientação a partir da rosa dos ventos, existem outros processos de localização relativa como…

a) O movimento diurno aparente do Sol, a Lua e a Estrela Polar.

b) O movimento diurno aparente do Sol, a Estrela Polar e a bússola.

c) O movimento diurno aparente do Sol, a bússola e o vento.